sexta-feira, 12 de julho de 2013

INSANA PAIXÃO

 

 


Bocas coladas, olhos fechados, corpos unidos em um ritual prazeroso e proibido....
Insana paixão, ardorosa entrega mútua, frenesi ardente de luxúria, espasmos delirantes de tesão a envolver dois seres que não deveriam juntos estar....
Algoz destino, no encontro fortuito e camuflado a liberação de desejos que não deveriam acontecer....
Insana paixão, procuro uma razão plausível para que este forte sentimento me tenha dominado, mas não a acho....
Uma voz suave e sensual vem de meu íntimo e manda-me pular de olhos fechados nessa louca e conivente relação, enquanto outra parte de minha consciência avisa-me do perigo imediato desta febril investida amorosa.....
Através de simples pensamentos, pratico atos pecaminosos e deliciosos, acreditando tua presença possuir....
Vislumbro sua silhueta em cada rosto, em cada corpo feminino que meus olhos observam na rotina diária....
Forças já não mais possuo para extraí-la de minha mente e de meu coração ingênuo e romanticamente desprotegido.....
Insana paixão, entrego-me de corpo e alma nesse relacionamento caloroso e ardente que os preceitos morais abominam....
Por vezes vejo-me em um beco sem saída, onde ou esqueço esta devastadora paixão doentia que de mim se apossou e volto a rotina e a realidade, ou assumo de vez esta coisa louca e prazerosa e vivo novamente momentos de pura volúpia e delírio....
Nos raros momentos em que juntos passamos, embriago-me com teu cheiro inebriante e pergunto-me como fugir disso???
Insana paixão, minha carência afetiva e o desejo de seu corpo possuir sobrepõem-se às minhas vontades e a ti me entrego completamente.....
Vivencio contigo sublimes, aconchegantes e inesquecíveis momentos de desejo saciado, onde o fogo da sexualidade outrora extinto, volta a reacender-se com uma força descomunal....
No passado deixo meus receios e dúvidas para com você o presente viver, mesmo tendo que suportar disfarçadamente paralelos e perigosos caminhos....
Se certo ou errado é, não sei, somente sei que te quero e te desejo, tornando-se a cada dia mais forte e incontrolável este estranho e inexplicável sentimento de insana paixão....
José Cardoso

Nenhum comentário: