terça-feira, 30 de outubro de 2012

SAUDADE DE UM AMOR QUE SE FOI

 


 


Ouço os passos do descaso do seu amor,
E a dor vem de braços abertos...
Com medo tranco as portas
Das minhas esperanças e tapo os ouvidos
Para afugentar o som das lembranças...
...
E quando me dou por mim...
_ Lá estou eu!
Abrindo de mansinho uma janela
Para matar a saudade
***
* Valquíria Cordeiro *


 
Alma Fenimina - Cantinho da Dóris(formatação)

Nenhum comentário: